Publicidade

Publicidade

04/11/2009 - 10:54

Samsung lança notebooks e netbooks no Brasil

Compartilhe: Twitter

A Samsung está lançando seus primeiros notebooks e netbooks no mercado nacional. São ao todo cinco modelos, três notebooks (com telas de 14 e 13,4 polegadas) e dois netbooks (com telas de 10,1 polegadas), com preços que vão dos R$ 1.499 ao R$ 3.599.

A empresa já fabricava no Brasil equipamentos de informática, como monitores, HDs, drives ópticos e impressoras, e é líder de mercado em vários destes segmentos, mas não comercializava no país sua linha de notebooks e netbooks, já vendida em países como os EUA.

Das 5 linhas de máquinas produzidas pela Samsung (R – Entrada, Q – Mobilidade, N – Netbook, X – Premium e P – Corporativa), quatro estão vindo ao Brasil. Só a linha P ficou de fora, por enquanto, mas chegam entre março e junho de 2010. As máquinas serão produzidas em Campinas a já a partir de fevereiro, na mesma fábrica que já produz os celulares da empresa.

Na linha de notebooks, o principal destaque é o modelo X420, equipado com um processador Intel Core 2 Duo Ultra Low Voltage (CULV) de 1.3 GHz, 4 GB de RAM, 320 GB de espaço em disco, monitor LCD HD (1366 x 768 pixels) de 14 polegadas com iluminação LED e bateria com autonomia estimada em seis horas, com peso total de 1.7 Kg. O preço sugerido é de R$ 3.599

Já nos netbooks, todos equipados com processador Atom de 1.6 GHz, 1 GB de RAM e HD de 160 GB, o principal destaque é o design. O modelo N310 (R$ 1.799) tem acabamento emborrachado e estará disponível em três cores: azul, laranja e o tradicional preto. Vem com o Windows 7 Starter e bateria com autonomia de nove horas, segundo o fabricante. Já o NC10 (R$ 1.499) vem com o Windows XP Home e bateria com autonomia de seis horas de duração.

Os notebooks e netbooks Samsung chegam às lojas já em novembro.

Autor: - Categoria(s): hardware, noticia Tags: , , , ,
22/10/2009 - 15:56

Samsung mostra nova linha de celulares

Compartilhe: Twitter

A Samsung apresentou na manhã desta quinta-feira uma nova linha de telefones celulares, com modelos em todas as categorias, para os mais variados tipos de usuários. Uma das principais atrações foi o Pixon 12, equipado com uma poderosa câmera digital de 12 MP, a maior resolução entre os celulares com câmera disponíveis no Brasil.

O aparelho é baseado no mesmo processador de 800 Mhz do Samsung Jét, que garante o desempenho. Tem lente grande-angular de 28mm acompanhada por Flash Xenon, grava vídeos com resolução de DVD (720 x 480 pixels) e tem tela AMOLED (com melhor cor e contraste em relação às telas LCD convencionais) de 3.1 polegadas sensível ao toque. A interface é a TouchWiz, a mesma usada em outros modelos da Samsung como o Star, o Jét e o Omnia. Vem em kit que acompanha capa de couro, fones de ouvido e cartão microSD de 8 GB, com preço sugerido de R$ 1.899

Smartphones para todos os gostos

A linha de smartphones é composta por quatro modelos. Dois deles (Galaxy e Galaxy Lite) são baseados no sistema operacional Android, do Google. Os outros dois, o Omnia II e Omnia Pro, rodam o Windows Mobile.

O Galaxy já havia sido anunciado em setembro, mas o Galaxy Lite é novidade. Com um novo design mais atraente, com detalhes em vermelho, ele troca a câmera de 5MP com flash e auto-foco e os 8 GB de memória interna do seu irmão mais velho por uma câmera de 3MP sem flash e foco fixo e 200 MB de memória interna, expansível com cartões microSD.

Em compensação, ganha no processador mais veloz, de 800 MHz contra os 567 MHz do Galaxy. No resto ambos são idênticos, equipados com tela sensível ao toque de 3.2 polegadas, Wi-Fi, Bluetooth e 3G, e rodam o sistema operacional Android 1.5 com a interface original do Google. O Samsung Galaxy já está nas lojas, com preço sugerido de R$ 1.799, e o Galaxy Lite chega em Novembro, com preço sugerido de R$ 999.

O mundo Windows Mobile é representado pelo Omnia II, um “Windows Phone” com tela sensível ao toque de 3.7 polegadas, câmera de 5 MP, Bluetooth, Wi-Fi, GPS e 8 GB de memória interna, rodando o Windows Mobile 6.5. Já o Omnia Pro é bem diferente de seus irmãos, e é o primeiro modelo da família Omnia com teclado QWERTY integrado, e tem a aparência de um BlackBerry ou Nokia ESeries, com o teclado logo abaixo da tela. Tem câmera de 3.2 MP, tela de 2.4 polegadas, memória expansível com cartões microSD (um cartão de 1 GB acompanha o aparelho). Tem Wi-Fi e Bluetooth, mas não tem GPS, e roda o Windows Mobile 6.1. Os preços sugeridos pelo fabricante são de R$ 1.599 pelo Omnia II, e R$ 799 pelo Omnia Pro.

Bateria solar

O Solar e o Blue Earth são os dois modelos da Samsung no segmento de aparelhos com bateria recarregável usando energia solar. O Solar é um modelo básico, mas o Blue Earth é bem mais interessante, com uma tela sensível ao toque de 3 polegadas, câmera de 3 MP, GPS, compatibilidade com redes 3G e Wi-Fi, com a mesma interface gráfica “TouchWiz” de aparelhos como o Jet e o Star. O aparelho também tem alguns aplicativos “ecológicos”, como um pedômetro que, nas palavras da Samsung, “incentiva o usuário a andar e mostra o quanto a emissão de CO2 é reduzida ao não usar os meios de transporte convencionais”.

A recarga da bateria é simples: na traseira do aparelho há um painel solar. Cada 1 hora sob a luz do sol rende energia suficiente para deixar o aparelho por duas horas em “stand-by”, ou para 15 minutos de conversação. Usando apenas a luz do sol é possível recarregar a bateria interna a até 75% de sua capacidade, ou seja, a energia solar é um complemento, não um substituto, para um carregador de tomada. O Blue Earth tem preço sugerido de R$ 949

Mensageiros de bolso

O Samsung Scrappy, celular com teclado QWERTY voltado para o público jovem e louco por mensagens, ganhou dois irmãos. O Scrappy 2 tem uma tela maior (2 polegadas), câmera melhor (2 MP) e memória expansível com cartões microSD de até 8 GB (um cartão de 1 GB acompanha o aparelho). Vem com software que permite conexão a diversas redes sociais, incluindo Facebook e MySpace, e sistemas de mensagens instantâneas como o MSN e Google Talk. O teclado numérico é estranho, disposto em uma “faixa” ao lado do monitor, e o teclado QWERTY (deslizante como no modelo anterior) parece bastante confortável. Deve custar R$ 499

Já o Scrappy Touch, como o nome diz, tem além do teclado QWERTY uma tela sensível ao toque e no geral recursos similares aos do Scrappy 2, com algumas pequenas mudanças como a capacidade de fazer fotos panorâmicas. Também vem em kit com cabo de dados, fones de ouvido e cartão de memória de 1 GB, por R$ 549,00

Autor: - Categoria(s): evento, hardware, noticia Tags: , , , , , , ,
06/10/2009 - 10:56

Microsoft lança “Windows Phone” no Brasil

Compartilhe: Twitter

Tela inicial do Windows Mobile 6.5A Microsoft anunciou nesta terça-feira em São Paulo o lançamento mundial da plataforma Windows Phone. Não se trata de um “telefone da Microsoft”, mas sim de um conceito que se aplica à combinação de um smartphone com o sistema operacional Windows Mobile, mais os novos serviços da Microsoft: Windows Marketplace for Mobile e Microsoft My Phone.

O Windows Phone é baseado no sistema operacional Windows Mobile 6.5, que tem uma interface com o usuário otimizada para operação com os dedos em telas sensíveis ao toque, que lembra um pouco o media player Zune, também da Microsoft. O navegador Internet Explorer agora tem suporte ao Adobe Flash Lite, e o aplicativo Windows Live permite integração a redes sociais, como envio de fotos para o Twitter, Facebook, My Space e Flickr. Além disso há os tradicionais aplicativos de todo aparelho Windows, como uma versão móvel do Microsoft Office.

Um dos principais destaques é o Windows Marketplace for Mobile, uma loja de aplicativos para os aparelhos baseada na plataforma Windows Phone, similar à loja de aplicativos da Apple. O catálogo de aplicativos incluirá programas gratuitos e pagos, com cobrança via cartão de crédito ou direto na fatura de telefonia.

Segundo Celso Winik, da Microsoft, já há desenvolvedores trabalhando em aplicativos nacionais.  Os primeiros são um sistema de “home banking” do Bradesco e um aplicativo de mapas, com informações de trânsito em tempo real, da Maplink.

Já o Microsoft My Phone é um utilitário que permite o backup online de contatos, mensagens, fotos e música armazenados em seu aparelho na internet. O usuário pode escolher o que sincronizar, e com que frequência, e em caso de perda do aparelho ainda poderá acessar suas informações online ou restaurá-las para um outro smartphone.

Os primeiros “Windows Phones” a chegar ao mercado nacional serão o Samsung Omnia II, LG Sm@rt e o HTC Touch 2, ambos comercializados pela TIM. Os preços estarão entre R$ 1.200 e R$ 2.000, segundo executivos da operadora, em plano pré-pago. Os aparelhos estarão disponíveis nas lojas a partir de Novembro.

Autor: - Categoria(s): hardware, noticia Tags: , , , , , , ,
17/09/2009 - 16:19

Samsung também traz Android

Compartilhe: Twitter

Samsung Galaxy i7500Smartphones Android são que nem ônibus. Demoram a chegar, mas quando vem chegam todos juntos. Ou pelo menos essa é a impressão que tenho daqui da minha mesa. Mal terminou a coletiva da HTC para o anúncio do Magic e recebo um press-release da Samsung anunciando o Samsung Galaxy i7500, o “primeiro smartphone Android do Brasil”.

Perai, como assim primeiro? A HTC não anunciou antes? Anunciou, mas o critério da Samsung é a chegada nas lojas: o Galaxy estará à venda na semana que vem, e o Magic só chega na segunda semana de outubro. A HTC promete, mas a Samsung entrega. Sim, o mercado e tecnologia é bastante concorrido.

O Galaxy tem algumas semelhanças com o Magic: ambos são smartphones GSM/3G com telas sensíveis ao toque (3.1 polegadas no Magic, 3.2 polegadas no Galaxy, diferença nula na prática) e câmera de 5 MP, com Wi-Fi (802.11 b/g) e GPS. Nenhum deles tem um teclado físico. Mas o Galaxy leva vantagem na tela AMOLED, tecnologia que oferece qualidade de imagem muito superior à tela TFT do Magic, e no espaço interno: são 8 GB de memória, expansível com cartões microSD.

O Galaxy tem outra coisa que o Magic não tem: o preço sugerido pelo fabricante, que é de R$ 1.799. Mais barato que concorrentes como o Nokia N97 (R$ 2.399). Não há informações sobre operadoras, o que geralmente significa que ele estará disponível em todas elas.  Já pedi minha unidade para review, e assim que puser as mãos nele conto as novidades.

E acabei de saber: a TIM irá vender os dois aparelhos, mas não define datas. Preços e condições serão informados no início das vendas.

Autor: - Categoria(s): hardware, noticia Tags: , , , , ,
21/10/2008 - 01:09

Samsung Omnia chega para bater o iPhone

Compartilhe: Twitter

Samsung OmniaiPhone, prepare-se: seu primeiro concorrente à altura está desembarcando no mercado nacional. Rapidamente apelidado de “iPhone com Windows” pelos jornalistas presentes ao lançamento nesta segunda em São Paulo (para desgosto do pessoal da Samsung), o Samsung SGH-i900 Omnia é um smartphone com tela sensível ao toque capaz de fazer a maioria dos truques que o aparelho da Apple faz, só que com hardware mais potente. E, ao contrário de outros modelos que já circulam por aí, faz bom uso da tela sensível ao toque, mostrando que pode competir não só no quesito “força bruta”, mas também no que é mais importante: a “experiência” do usuário e a facilidade de uso.

O que se segue é um breve relato de minha experiência de cerca de meia hora com o aparelho. Não é um review (que deve acontecer em breve, lá no iG), mas apenas um apanhado das “anotações mentais” que fiz durante o uso. Resumindo em uma palavra: gostei.

A lista de recursos é impressionante, com tela sensível ao toque de 3.2 polegadas com resolução “widescreen” de 240 x 400 pixels, câmera de 5 megapixels com flash, gravação de vídeos com resolução VGA, GPS, Wi-Fi, Rádio FM, Bluetooth e 8 GB de memória interna, só para citar apenas alguns no campo do hardware.

Algumas coisas são curiosas: um botão centralizado logo abaixo da tela funciona como um “mouse“. Sim, mouse, com direito a setinha e tudo o mais. O funcionamento é similar aos mouses “trackpoint” dos notebooks Thinkpad. A câmera tem detecção de faces, “geotagging” (marcação das fotos com as coordenadas geográficas do local onde foram tiradas) e um recurso que está se tornando comum em modelos domésticos, o chamado “Smile Shot“: ela dispara automaticamente quando uma pessoa sorri.

O sistema operacional é o Windows Mobile 6.1, adaptado para funcionar melhor em um sistema com tela sensível ao toque. A tela principal, por exemplo, é um desktop com uma lista de widgets na lateral esquerda. Com um movimento dos dedos, é possível arrastar widgets da lista para o desktop (onde eles “crescem” para o tamanho normal) e personalizá-lo a seu gosto com relógios, listas de mensagens, notícias, previsão do tempo, media players e afins. 

Um Opera otimizado para a tela sensível ao toque, substitui o já cansado “Pocket IE” típico dos aparelhos com Windows Mobile no papel de navegador web. A compatibilidade com sites (testei uma meia dúzia) é boa, e ele é capaz dos mesmos truques do Safari no iPhone: dois cliques para “dar zoom” em uma seção da página, passadas com os dedos sobre a tela para rolar a página, mudança automática de modo (retrato ou paisagem) quando o aparelho muda de posição (de pé ou deitado) e tudo o mais.

Durante o uso, o Omnia me pareceu bastante ágil, com uma interface que reage rápida e precisamente aos toques na tela. A Samsung adotou o recurso, já usado por outros fabricantes, de “haptics”, ou seja, uma resposta tátil (no caso, uma vibração do aparelho) usada para confirmar um comando. Por duas vezes, o navegador deixou de rotacionar automaticamente a página quando deitei a tela, talvez porque fiz um movimento suave demais.

Algumas coisas não me pareceram legais. Apesar da interface da Samsung ser boa, a original do Windows Mobile, totalmente inadequada para uso com os dedos, ainda está lá, visível se você fuçar “a fundo” o suficiente nos menus. O teclado virtual tem teclas pequenas demais no modo retrato, e alguns botões, como o X para fechar os programas, são menores ainda. Talvez ciente disto, a Samsung inclui com o Omnia uma caneta, o que pode ser confuso e deixar o usuário sem saber com qual instrumento (dedo ou caneta) interagir.

O Samsung SGH-i900 “Omnia” deve chegar ao mercado nacional em breve, com preço sugerido pelo fabricante (sem subsídios) de R$ 1.799. Espere encontrá-lo em sua operadora favorita (ele estará disponível para todas as operadoras, segundo a Samsung) por um preço menor, e provavelmente bastante competitivo com o aparelho da Apple. Peguem sua pipoca, porque a briga começou :)

Autor: - Categoria(s): hardware, noticia Tags: , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo