Publicidade

Publicidade

04/11/2009 - 10:54

Samsung lança notebooks e netbooks no Brasil

Compartilhe: Twitter

A Samsung está lançando seus primeiros notebooks e netbooks no mercado nacional. São ao todo cinco modelos, três notebooks (com telas de 14 e 13,4 polegadas) e dois netbooks (com telas de 10,1 polegadas), com preços que vão dos R$ 1.499 ao R$ 3.599.

A empresa já fabricava no Brasil equipamentos de informática, como monitores, HDs, drives ópticos e impressoras, e é líder de mercado em vários destes segmentos, mas não comercializava no país sua linha de notebooks e netbooks, já vendida em países como os EUA.

Das 5 linhas de máquinas produzidas pela Samsung (R – Entrada, Q – Mobilidade, N – Netbook, X – Premium e P – Corporativa), quatro estão vindo ao Brasil. Só a linha P ficou de fora, por enquanto, mas chegam entre março e junho de 2010. As máquinas serão produzidas em Campinas a já a partir de fevereiro, na mesma fábrica que já produz os celulares da empresa.

Na linha de notebooks, o principal destaque é o modelo X420, equipado com um processador Intel Core 2 Duo Ultra Low Voltage (CULV) de 1.3 GHz, 4 GB de RAM, 320 GB de espaço em disco, monitor LCD HD (1366 x 768 pixels) de 14 polegadas com iluminação LED e bateria com autonomia estimada em seis horas, com peso total de 1.7 Kg. O preço sugerido é de R$ 3.599

Já nos netbooks, todos equipados com processador Atom de 1.6 GHz, 1 GB de RAM e HD de 160 GB, o principal destaque é o design. O modelo N310 (R$ 1.799) tem acabamento emborrachado e estará disponível em três cores: azul, laranja e o tradicional preto. Vem com o Windows 7 Starter e bateria com autonomia de nove horas, segundo o fabricante. Já o NC10 (R$ 1.499) vem com o Windows XP Home e bateria com autonomia de seis horas de duração.

Os notebooks e netbooks Samsung chegam às lojas já em novembro.

Autor: - Categoria(s): hardware, noticia Tags: , , , ,
22/09/2009 - 12:56

Positivo renova linha de netbooks e lança notebook ultrafino

Compartilhe: Twitter

A Positivo Informática anunciou nesta manhã novos modelos em sua família de netbooks Mobo. O Mobo Black, com um elegante acabamento em Black Piano, chega em quatro configurações, todas elas baseadas em um processador Intel Atom N270 de 1.6 GHz, com webcam e microfone integrados e bateria de três células.

O modelo de entrada é o Mobo Black 3010, com 1 GB de RAM e 160 GB de espaço em disco, por R$ 999. A versão com Windows, na mesma configuração, se chama Mobo Black 3020 e tem preço de R$ 1.099. Por fim os Mobo Black 3060 e 3070 tem configuração praticamente idêntica, com 2 GB de RAM, HD de 320 GB e duas baterias inclusas na embalagem: uma de três células e uma de seis células. Ambos rodam o Windows 7 Starter, mas o Mobo Black 3070 tem modem 3G embutido. Preços para estes dois modelos ainda não foram divulgados.

Outro destaque é o Mobo Red, um netbook ultrafino com design muito elegante e acabamento em vermelho com interior em branco. Tem processador Atom de 1.6 GHz, 2 GB de RAM, 120 GB de espaço em disco e webcam com microfone integrada, mas não tem modem 3G. O sistema operacional é o Windows 7 Starter. Por causa da espessura reduzida há poucas portas integradas ao corpo da máquina: duas USB na traseira e uma saída de fones de ouvido. Saída de monitor e rede cabeada (Ethernet) ficam por conta de um replicador de portas, incluso na embalagem. O preço sugerido é de R$ 1.499. Vejam um vídeo deste modelo:

A Positivo também anunciou o Positivo Platinum, uma máquina ultra-fina com apenas 2,2 cm de espessura e tela de 13,3 polegadas. É baseado em um processador Intel Core 2 Solo de 1.4 GHz, com 3 GB de RAM e HD de 120 GB, e roda o Windows 7 Premium. Por causa da espessura, não tem drive óptico integrado. O preço sugerido é de R$ 3.799

As novas máquinas estarão nas lojas no dia 22 de Outubro, para coincidir com o lançamento mundial do Windows 7.

Autor: - Categoria(s): evento, hardware, noticia Tags: , , ,
09/01/2009 - 07:46

“Portátil” pra jogar a sério

Compartilhe: Twitter

Conversando com alguns executivos no stand da HP, fui inesperadamente apresentado a um monstro. É o “HP Firefly” um “portátil” projetado especificamente para o máximo desempenho em jogos. A máquina é uma versão “pra viagem” de outra máquina da HP, o Firebird, desenvolvido pela equipe da Voodoo PC (que foi adquirida pela HP em meados de 2008).

Coloco a palavra portátil entre aspas para não dar a idéia de algo pequeno, leve e fácil de carregar: ele não é nada disso. Ele é um “desktop replacement”, ou seja, uma máquina que pode substituir seu PC de mesa, sem que você tenha que abrir mão de nada.

O Firefly tem que ser enorme para acomodar tudo o que tem lá dentro: um processador Intel Core 2 Quad de 2.4 GHz (para desktops), 4 GB de RAM e duas placas de vídeo ATI Radeon Mobility 3870 trabalhando em CrossFire (ou seja, juntas), além de um monitor de 17 polegadas, monitor secundário de 4 polegadas (um abaixo do outro), trackpad multi-touch, teclado especial com 10 teclas de função programáveis e um sistema de som com subwoofer integrado no apoio de pulso.

A fonte de alimentação, sozinha, pesa cerca de 1,2 quilos, mais que o novo netbook da HP, o Mini 1000. A máquina pesa quase sete. Não me informaram a autonomia da bateria (sim, ele tem uma bateria), mas o executivo brincou chamando ela de “no-break”, dando a entender que não dura muito. A máquina é um conceito, uma espécie de “lição de casa” que foi dada ao departamento de engenharia da HP, e não tem preço ou data para chegar ao mercado.

Autor: - Categoria(s): evento, hardware, noticia Tags: , , , , ,
14/10/2008 - 18:09

Apple fala sobre os novos MacBooks

Compartilhe: Twitter

Após o evento de hoje, quando a Apple anunciou os tão esperados novos MacBooks, tive a oportunidade de conversar durante alguns minutos, por telefone, com Fábio Ribeiro, engenheiro de sistemas da empresa. Aproveitei o papo para esclarecer algumas dúvidas quanto aos novos produtos, e compartilho aqui as respostas:

O novo Apple LED Cinema Display (com tela de 24 polegadas e resolução de 1920×1200 pixels, mais que “Full HD“) foi projetado, essencialmente, como uma “docking station” para os novos portáteis. Um cabo com três conectores (vídeo, USB e alimentação) liga o monitor ao portátil. O monitor tem três portas USB, uma câmera iSight, microfone e caixas de som embutidas. Basta adicionar um teclado e mouse sem fios e você tem um “iMac” instantâneo. Fábio não soube me dizer se os MacBooks podem ser usados com o novo monitor com a tampa fechada. Sei que é estranho, mas até esta manhã isto era um recurso exclusivo dos MacBook Pro. E qual a utilidade? Economizar espaço na mesa, claro.

O MacBook Air ganhou mais espaço em disco (HD de 120 GB ou SSD de 128 GB), processador de vídeo mais potente (NVIDIA GeForce 9400M), mas não tem o novo trackpad de vidro. Entretanto, deve-se mencionar que o Air já tem, desde o primeiro modelo, um trackpad com recursos parecidos: maior que o “normal” e capaz de reconhecer múltiplos toques (como nos novos modelos). Só falta o “glamour” do vidro mesmo.

Peso: graças ao processo de produção batizado de Unibody, em que o gabinete é literalmente “esculpido” a partir de um bloco de alumínio, os novos MacBooks são mais leves que a geração anterior, 200 gramas mais leves para ser exato. Também são mais finos, com apenas 2.4 cm de espessura. Falando no Unibody, a Apple tem em seu site um vídeo muito interessante detalhando o processo, da entrada dos gigantescos linguotes de alumínio na máquina aos toques finais no gabinete, feitos a laser. Imperdível.

Tanto os MacBook quanto os MacBook Pro tem um novo conector para ligação a monitores externos, uma versão miniaturizada do padrão DisplayPort. Ele tem “banda” suficiente para controlar até mesmo os monitores de 30 polegadas da Apple, coisa impossível numa conexão HDMI, por exemplo. E como ligar um MacBook com DisplayPort a um monitor mais antigo? Com adaptadores, claro. A Apple vende, separadamente, adaptadores de Mini-DisplayPort para VGA ou DVI. Outras empresas podem oferecer adaptadores para conexão a equipamentos com entrada HDMI (como TVs de alta definição).

Para quem reclama da bateria não removível no iPhone (oi, chamou?): trocar a bateria nos novos MacBook e MacBook Pro é fácil, basta pressionar algumas travas na parte de baixo e levantar uma tampa. De quebra, você tem acesso fácil ao HD logo ao lado, e com mais dois parafusos acesso aos pentes de memória. Com isso, ficou muito mais fácil fazer um upgrade nas máquinas.

Infelizmente, a Apple não soube informar quando estas máquinas chegam ao Brasil, nem o preço que será praticado aqui. A julgar pelo que aconteceu no passado, distribuidoras como a GreenMax devem trazer os novos modelos para cá antes da Apple Brasil. Vou ficar de olho.

Autor: - Categoria(s): evento, hardware, noticia Tags: , , , , ,
07/10/2008 - 15:24

HP anuncia 15 novos notebooks

Compartilhe: Twitter

A nova “coleção 2008/2009” de notebooks da HP, anunciada hoje em evento em São Paulo, tem nada menos do que 15 modelos, divididos nas linhas Pavilion (11 máquinas) e Compaq Presario (4 máquinas). São modelos demais para comentar em detalhes por aqui, portanto vou mencionar apenas os modelos e mudanças mais interessantes.

Como não poderia deixar de ser, o visual de ambas as linhas mudou. As máquinas da linha Pavilion tem uma “estampa” batizada de “HP Imprint 2”, que lembra um quadriculado, impressa sobre a tampa e ao redor do teclado. O logo da HP, no canto inferior direito da tampa, acende quando a máquina está ligada. Os monitores LCD tem o que a empresa chama de “borda infinita”, e foram batizados de “HP Infinity Widescreen”. Dois modelos terão “edições especiais” nas cores bronze e azul.

Já as máquinas da linha Compaq, que até agora tinham um visual bem mais simples, passam a ter tampa, teclado e área ao seu redor pretos, com área para descanso de pulso e trackpad em prata (sem a estampa). A tampa tem aquele acabamento “preto polido” (black piano) que é lindo, mas atrai impressões digitais com uma facilidade absurda. 

Em termos de recursos, dois dos modelos mais interessantes da linha Pavilion são o dv4-1130 (R$ 3.499) e o dv4-1150 (R$ 3.999), que vem com modem 3G integrado. O modem é “destravado” e funciona com qualquer operadora, embora a HP tenha firmado uma parceria com a TIM para oferecer 30 dias de navegação 3G gratuita a todos os que comprarem estas máquinas. Outro destaque é o dv4-1180 (R$ 4.999), que tem um leitor de discos Blu-ray embutido (que também grava CDs e DVDs) e é baseado em um processador Intel Core 2 Duo de 2 GHz, com 4 GB de RAM, HD de 320 GB e uma placa de vídeo NVIDIA GeForce 9200M GS com 512 MB de memória dedicada.

O detalhe interessante é que os novos Pavilion tem saída HDMI (para conexão a monitores e TVs de alta-definição) e eSATA (para conexão de alta velocidade a HDs e gravadores de DVD externos) na lateral esquerda. Se você tem uma TV LCD ou Plasma, poderá usá-la como monitor para o notebook. E todos os modelos da linha tem o que a HP chama de “HP Hard Drive Protection”: um acelerômetro detecta se a máquina está caindo, e para o disco rígido e recolhe as cabeças de leitura/gravação, evitando que elas colidam com o disco e causem perda de dados. Portáteis da Lenovo (na série Thinkpad) e Apple já usam tecnologia similar, e é bom ver a HP entrando no barco.

A maioria dos novos notebooks da HP chega ao mercado no mês de outubro. Clique nas imagens para ampliá-las.

Antes de comentar, leia nossa política de moderação

Autor: - Categoria(s): hardware, noticia Tags: , , , , , , ,
Voltar ao topo