Publicidade

Publicidade
14/10/2009 - 09:25

Motorola traz DEXT ao Brasil

Compartilhe: Twitter

A Motorola anunciou durante a primeira manhã da Futurecom 2009 que trará ao Brasil o Motorola DEXT, seu primeiro smartphone baseado no sistema operacional Android, do Google. Anunciado nos EUA (onde é conhecido como Cliq) em setembro, o aparelho chega às lojas de todo o Brasil “na terceira semana de novembro”, mas a partir de hoje interessados em adquirí-lo já podem fazer um “pré-cadastro” no site do fabricante.

Motorola DEXT

O DEXT é um smartphone com teclado QWERTY integrado, tela de 3.1 polegadas sensível ao toque, câmera de 5 MP, GPS, Wi-Fi, 3G e memória expansível a até 32 GB com cartões microSD. Mas o hardware é secundário, e a principal estrela do aparelho é o software. Como disse anteriormente:

O sistema operacional é o Android, do Google (versão 1.5), integrado com uma “plataforma social” desenvolvida pela própria Motorola batizada de MOTOBLUR. A idéia é integrar informações sobre seus contatos em múltiplas redes sociais em um único ponto, para que você possa acompanhar “de relance” tudo o que acontece.

Suponha que um amigo telefone para você: na tela surgem a foto dele, número do telefone e último “status” publicado em uma rede social. Ao responder a uma mensagem, você pode escolher por onde quer que a resposta seja enviada: e-mail, SMS, MMS, Twitter, Facebook, etc.

Na agenda, as informações de contato de uma pessoa são agrupadas com todo o seu histórico de conversas com ela. Aplicativos como o “Happenings” mostram tudo o que acontece com seus amigos em um único local, e o “Social Status” permite que você atualize seu perfil em várias redes sociais de uma vez só.

Tudo isso é integrado a uma solução de backup, que armazena informações de login, conversas e listas de contatos em um servidor seguro da própria Motorola. Se você perder o telefone, ou mudar de aparelho, pode restaurar facilmente o backup com apenas alguns cliques. O serviço também faz uso do GPS para localizar aparelhos perdidos ou roubados, mostrando sua posição em um mapa, como no iPhone.

O aspecto social do MOTOBLUR é importante no Brasil, onde segundo pesquisas recentes 80% dos usuários de internet usam uma rede social, contra 66% da média mundial.

O sistema de “pré-cadastro” para compra é curioso: não se trata de uma pré-venda, mas apenas de uma espécie de “declaração de intenção de compra”, o equivalente a dizer “Motorola, eu quero um DEXT”. Mais tarde, o usuário será contactado pela operadora que irá comercializar o aparelho no Brasil (a Claro, com exclusividade até oinício de 2010) com uma proposta de venda mais formal.

A idéia por trás da ação é clara: gerar expectativa (hype), dando ao aparelho um ar de “produto da moda/exclusivo” e “compre já antes que acabe” como aconteceu quando o iPhone chegou ao Brasil.

O que os usuários que fizerem o “pré-cadastro” não vão saber é o preço, que ainda não foi divulgado. Haverá várias opções, atreladas a diferentes pacotes de minutos e planos de dados como no iPhone, mas os detalhes ainda não foram definidos. Segundo João Cox, presidente da Claro, o preço estará “no patamar do iPhone” e o aparelho também será oferecido “desbloqueado”, sem subsídios.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , ,

Ver todas as notas

23 comentários para “Motorola traz DEXT ao Brasil”

  1. Tatiane Alves disse:

    Ele me lembra muito o N97 da Nokia, e não confio muito na Motorola,que só tem design,mas a plataforma BLUR é tudo que eu procuro pra poder me conectar nas minhas redes sociais direto do celular…Vou esperar ansiosa Nokia,apple ou Blackberry criar uma plataforma parecida…Tenho medo da Motorola.rsrrsr…!

    Parabéns pelo blog…Beijooos!

    :)

  2. […] de dois anos. O MILESTONE será o segundo smartphone Android da Motorola no Brasil. O outro é o Motorola DEXT, conhecido no exterior como […]

  3. […] de dois anos. O MILESTONE será o segundo smartphone Android da Motorola no Brasil. O outro é o Motorola DEXT, conhecido no exterior como […]

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo